27/02/2012

Cá Estou!

Oi gente querida!
Saudade enorme de todas vocês, passo rapidinho pelos vossos blogs, as vezes comento e na maioria das vezes só admiro.
Tenho corrido feito doida, a reforma aqui em casa está em pleno vapor, tudo de bom, mas... DÁ AQUELE TRABALHO! Isto não é uma reclamação, mas sim uma constatação.
Estamos trocando todo o telhado,  madeira, telhas, etc, etc...
Só que para isso tiveram que quebrar toda a platibanda que existia em volta do antigo telhado, imaginem só: POEIRA ATÉ DENTRO DOS ARMÁRIOS. A faxina foi geral (está sendo, affffff!).
Para completar após alguns dias que foi tirado o telhado, choveu dois dias sem parar (este final de semana).
Resultado: algumas poças de água pela casa, quando escrevo poças, estou sendo generosa, foi muita água. Mas isso TAMBÉM PASSOU!
A vida tem dessas coisas.
Então vamos lá, quero mostrar um pouquinho da REFORMA!!!! Ah, estas fotos foram tiradas depois que já estava um pouco mais "organizadinho".






Nossos amores de quatro patas estão meio perdidos, não sabem muito bem
o que está acontecendo. A Monalisa confere tudo de perto!








Depois de pronto, eu mostro tudinho, o que eu espero que aconteça logo!
Além disso tudo, minhas férias estão sendo "meio assim", ora trabalho, ora não, enfim, tenho ido muito ao Centro-Dia, pois estamos realizando lindos projetos. Por sua vez no atelier alguns trabalhos estão me aguardando para adquirirem vida.
Algumas coisinhas por acontecer, mas que só vou falar depois... Torçam por mim!
Acredito que este vai ser uma ano ILUMINADO, feliz, produtivo e de sonhos realizados!

E o mais importante de Hoje:  é aniversário do Vini, meu marido!!
E quem ganha o presente sou sempre eu, um presente embrulhadinho por Deus.

"Tem gente que entra na nossa vida de forma providencial e se encaixa naquela história. Gosto de imaginar que são surpresas que Deus embrulha pra presente e nos envia no anonimato. Surpresas que só sabemos de onde vêm porque chegam com o cheiro dele no papel.
Com elas, o coração da gente descansa. Nós nos sentimos em casa, descalços, vestidos de nós mesmos. O afeto flui com facilidade rara. Somos aceitos, amados, bem-vindos, quando o tempo é de sol e quando o tempo é de chuva. Na expressão das nossas virtudes e na revelação das nossas limitações. Com elas, experimentamos mais nitidamente a dádiva da troca nesse longo caminho de aprendizado do amor."

Ana Jácomo

 FELIZ ANIVERSÁRIO MEU AMOR!








Um beijo muuuuito especial e carregado de saudade!

Adoro este blog e agredeço muito por vocês fazerem parte da minha vida,
 através dele, mesmo que longe fisicamente, sinto todas aqui, pertinho do coração!

Tenho publicado mais no facebook, lá é mais rapidinho: Rosane Castilhos, apereçam!



08/02/2012

ADOREI

Beleza é tudo de bom, ser elegante também...
Mas padrão de beleza como se todos fossemos obrigados a ter barriga de tanquinho para ser feliz, isso não tem nada de bom!
Por isso adorei este texto.





A academia Runner criou um outdoor que perguntava o seguinte: "Neste verão, você... quer ser sereia ou baleia?"
Uma mulher enviou a sua resposta, distribuindo o seguinte e-mail por aí:
“ Ontem, vi um outdoor da Runner, com a foto de uma moça escultural de biquíni e a frase: “Neste verão, qual você quer ser?”
Sereia ou Baleia?
Respondo:
Baleias estão sempre cercadas de amigos.
Baleias têm vida sexual ativa, engravidam e têm filhotinhos fofos. Baleias amamentam.
Baleias nadam por aí, cortando os mares e conhecendo lugares legais como as banquisas de gelo da Antártida e os recifes de coral da Polinésia.
Baleias têm amigos golfinhos. Baleias comem camarão à beça.
Baleias esguicham água e brincam muito.
Baleias cantam muito bem e têm até CDs gravados. Baleias são enormes e quase não têm predadores naturais.
Baleias são bem resolvidas, lindas e amadas.
Sereias não existem. Se existissem viveriam em crise existencial: “Sou um peixe ou um ser humano?”
Sereias não têm filhos, pois matam os homens que se encantam com sua beleza. São lindas, porém tristes e sempre solitárias...

Runner, querida, prefiro ser baleia!
 
 
Um beijinho com carinho!
 

06/02/2012

Meus Amores

Como iniciar um texto que fale do amor incondicional que os cães tem pela gente.
Difícil falar, fácil de sentir, afinal quem não gosta de ser amado mesmo quando está triste e cansado,  acho que estes são os meomentos que mais precisamos de afeto e compreensão.
Pois bem, eles estão lá, nos recebendo com a maior alegria do mundo, sorrindo com os olhos e mostrando tamanha felicidade com um rabinho que não para de balançar, no nosso caso cinco rabinhos!
E se estamos felizes, eles sabem bem e querem brincar até cair de cansaço (nós e eles).
As vezes paro para pensar de onde vem tamanho amor pelos animais e nem demoro para chegar a uma conclusão: fui criada assim, lembro bem da forma como via meus pais tratarem os animais, com muito carinho e respeito e isso se instalou na minha alma e na dos meus irmãos, agora percebo este amor nos meus sobrinhos.
Sei que para muitos isso não tem importância alguma, mas para mim tem.
Sei que junto a este ensinamento aprendi também a respeitar o ser humano e a vida!
São tantos os aprendizados que se passam com o exemplo, acho que está aí o segredo: aquilo que fazemos marca muito mais do que aquilo que dizemos.
Imagino que com vocês deve ser assim também.
Quem não tem dentro de si a lembrança de uma atitude, seja de quem for, que tenha marcado a nossa vida. Um chamego, um pão feito na hora, uma árvore plantada, um presente, uma palavra que foi dita tão de verdade que se eternizou!
Eu tenho dentro de mim o amor pela vida e pelas coisas simples que ela me dá.


Lembram que os filhotes eram pequeninhos!?!



Pois, lhes apresento Éros e Cacau com seis meses:




Descobriu que o pezinho da boneca era gostoso!!!




Marina e seu filho (assim que ela chama o Hubert,
mesmo ele sendo maior que ela)!



Delícia de olhar!!!








Um carinho no grandão!
 



A Monalisa ama crianças!



Mais um chamego, agora da Cacau!



Ela adora uma bolinha, bola, bolão...



As duas adoram...



Nossa doce Meg!




Sim, há os atrapalhos, a bagunça, muita coisa roída por aí.
Neste caso o chinelinho da Marina!




Mas tudo se supera com uma brincadeira carregada de alegria!



Amei esta foto : )



Sabe o que estes olhinhos curiosos estavam apreciando?



Sim, os Kiwis que estão lindos mas ainda verdes.
Eles devoram as frutas que caem no chão!



Afilhada por aqui, enchendo a nossa casa de alegria,
de delicadeza, de surpresas e amor!



Eles dão sim o maior trabalho, ocupam grande parte do nosso tempo,
 mas nada que um olhar doce e uma recepção cheia de saudade não compense!


Perdoem a minha ausência nos seu queridos blogs,
as postagens que prometi e ainda não fiz.
Assim que der, coloco tudo em dia!

Avec l'amour!





Pin It button on image hover