Natural e Simples

Sou apaixonada pela natureza, principalmente pelo campo, pelos animais...
Pelo natural! Pelo simples!
Sabe o que me comove profundamente?
O nascer de um bezerrinho, as galinhas que cuidam de seus ovos como se fossem tesouros, o nascer e o viver no tempo certo das plantas, verduras, frutas...
As crianças conhecendo a origem das flores, dos alimentos, dos animais.
São coisas muito simples, eu sei, mas para mim são vitais, me aproximam de Deus!
Minha canção preferida é o canto dos pássaros, os latidos dos meus cães, a deliciosa gargalhada das pessoas que amo, a chuva na janela...
A fruta mais deliciosa, é aquela comida debaixo do pé.
O contato mais próximo de Deus é quando ponho minhas mãos na terra, quando planto, quando colho, quando rego com água e afeto aquilo que quero ver crescer.
Rego minhas plantas, rego o amor que tenho pelos bichos, rego o amor que tenho pelo meu trabalho, pela minha família, pelos amigos... pela vida!
AMO a vida, do jeito que ela é. Não discuto muito com as coisas que vão surgindo, tento crescer com as dores e viver intensamente as alegrias.
Isso não quer dizer que me acomode perante os fatos, mas os aceito, e se posso mudá-los, tento incasavelmente, mas se eu for impotente diante deles, não carrego isto como uma frustração para a vida toda, nem conseguiria. Tento fazer disso um aprendizado, nem sempre consigo, mas tento!
Já disse aqui, que o que me mantém centrada e feliz é estar bem perto do mato, dos bichos, da terra e do que amo. Apesar de tanto trabalho, só tenho a agradecer por ter a oportunidade de estar viva e ter o privilégio de fazer aquilo que amo!
Fotografei inúmeras coisas aqui do meu jardim, pomar, do meu quintal, dos meus cães, sobrinhas... Mas falta editar, baixar para o pc, etc, etc.
Então selecionei imagens tão naturais, tão simples, que adoro, para tentar transmitir esta sensação de absoluto apego e amor que sinto pela vida!!!!



Correr por aí, ao lado dos irmãos, amigos...


Ao som de...







Ver um arco íris...
Faz tempo que não o vejo!
Que saudade das tuas cores e do tempo em que eu parava para te admirar.




Esta doce menina com suas galinhas...
Quando olho para estas imagens meu coração se enche de doçura!








Recolher...
 Recolher as conquistas de um dia árduo.
Recolher o que de bom a vida me trouxer.
Recolher a esperança de dias melhores.
Recolher o que for preciso ou possível!





 Penso se cada um de nós pudesse viver de forma simples e digna.
Com direitos e deveres garantidos...
Nossa vida seria uma eterna colheita!
Ora farta, ora pouca, ora doce, ora amarga, ora verde, ora cinza...
Mas seria a nossa colheita!
Falo do nosso  direito a educação, a alimentação, a saúde...
Dele nos apropriaríamos e nossa colheita
até poderia ser difícil, mas seria garantida!
Pode ser utopia, mas sonho com este dia! 







E entre tanta beleza simples e natural, que tal um artesanato lindo.
Latas que iriam para o lixo se transformam em
objetos lindos e contemplativos.
Eu adorei!
Passa lá no Wabi - Sabi Wanderings, está tudo explicadinho.






Que os bons ventos tragam boas novas!!!
Achei isso lindo de viver, vou fazer depois eu mostro.




E pra terminar, nada melhor do que esta doce imagem,
carregada de doçura e simplicidade!

 Todas estas belas imagens estão aqui: Wabi-Sabi Wanderings.


Um beijinho carinhoso!
Tudo de melhor em suas vidas!!!

Muito obrigada!