02/05/2012

Reaprendendo

Imagem: Pinterest

É muito mais fácil escrever sobre levar a vida de forma feliz sem olhar com lente de aumento as coisas ruins que acontecem com a gente, do que viver nesta prática. Pois é, em pleno final de semana fui parar no plantão médico com uma dor insuportável no estômago. Há tempos vinha me sentindo mal depois das refeições, mas pensávamos ser indigestão. Então o médico solicitou que eu fizesse um exame de intolerância a lactose, fiz na quinta-feira, passei tão mal lá mesmo no laboratório que mal pude terminar o exame. Enfim, na sexta-feira com o resultado em mãos constatamos que sou 100% intolerante a lactose, ou melhor, me tornei uma pessoa intolerante a lactose. Este tipo de intolerância pode se nascer com ela ou desenvolvê-la com o tempo, este é meu caso. Sentia muita dor , fui parar no plantão em plena madrugada do sábado.
Estava eu lá, me contorcendo de dor, tomando soro e medicamento, um frio danado, uma vontade louca de ir para casa, eram 2h da madrugada,  e acreditem, meus posts vieram na minha lembrança. Não havia posição em que eu me sentisse bem, então pensei: e agora, vamos lidar com mais essa, lidar da forma mais serena que puder. Eu que sempre falo em ver a vida com olhos de felicidade, otimismo e paciência, queria me sentir assim, pensar em coisas boas, tentar fazer uma carinha "mais ou menos". Comecei a lembrar dos meus escritos, do meu desejo de levar numa boa até os momentos de dor, estava reaprendendo aquilo que acredito. E mais ainda, reaprendendo que também posso chorar, sentir dor, sofrer. De vez em quando precisamos nos entregar a estes sentimentos!
Bom, depois de duas horas e meia estávamos liberados. Saí de lá não muito bem ainda, mas consegui dormir e aos poucos as coisas estão voltando ao normal, ainda sinto um pouco de dor, estou fazendo ecografias e exames. "Vamo que vamo"!
Ficar sem a dita lactose na alimentação, aí é que são elas, sem meu café com leite, o arroz doce e a ambrosia da minha mãe, sem queijo, sem muitos tipos de doces e sem alguns tipos de salgados.
Estou louquinha atrás de informações e muita coisa já esclareci, existem muitos substitutos da lactose, a maioria a base de soja. E lá vou eu, fazendo receitas novas, inventando outras formas de cozinhar. Ainda bem que adoro verduras e frutas, com as quais fazemos maravilhas.
O que tenho pra dizer é que estou sem nada de lactose na alimentação há quase uma semana e já me sinto bem melhor, não tem coisa mais extraordinária no mundo do que sentir-se bem.
Estando de bem com a saúde, poderei sentir na memória o gostinho bom do arroz doce de minha mãe e tudo mais que terei que deixar para trás. E lá de vez em quando vou fugir a regra, consumir um pouquinho só não vai me maltratar, palavras do médico.
Agora estou em fase de adaptação, tentando ser forte e resistir as tentações, por enquanto tem sido tranquilo, marido me ajudando sempre. Família apoiando, eu me disciplinando, estudando e pesquisando sobre o assunto.
No enredo todo, sei que nada é irremediável, então remediado está.
Sem lactose mas com mais saúde, mais vontade de trabalhar e de ser feliz!
Tantas coisas mexem comigo, tantas outras coisas me preocupam, que esta tirarei de letra, espero! 
Estou reaprendendo a me cuidar e a escutar o que meu corpo me diz.
Um brinde a amizade, a saúde, ao amor, ao reaprender.
Um brinde com cervejinha, vinho, chazinho, suquinho, chimarrão, cafezinho preto... Tudo isso PODE!!!!!!!!


Um doce beijinho!





15 comentários :

  1. Não deve ser fácil uma dieta tão cheia dos "não pode", mas pela saúde, para ficar bem, vale a pena demais.
    Melhoras para você, querida. E que sejas sempre muito feliz.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Oh amiga, que chato você passando por isso... mas que bom que estás encarando com otimismo! Não eh fácil né? Porque em quase tudo ha lactose... mas vc vai conseguir, tenho certeza! E no mais, se for pra voce se sentir melhor, vale a pena o esforço né? Oh coisa chata eh sentir dor, pelo amor de Deus, ninguém merece...E de vez em quando ainda vais poder beliscar um queijinho... rsrs...
    Vou indo mas deixo um beijo geladinho pra voce. Nos vemos no face, querida!
    Te amo viu? Fica bem!

    ResponderExcluir
  3. Puxa, que coisa,Rosane!!

    Assim de repente? Tanto tempo comendo normal e só agora? Estranho como aparecem as coisas...

    Te desejo tudo de bom, fizeste um post lindo e sem nadinha de lactose,rs...

    Faz bem à todos!

    Bons aprendizados, mudanças e sim, vamos que vamos! Parar, nem pensar!!! Boa sorte, fica bem! chica

    ResponderExcluir
  4. Bom dia Rosane,
    É....as vezes somos colocados à prova,pra ver se colocamos em prática aquilo que ditamos. E é um desafio enorme colocar as palavras em prática. Se manter serena e tentar fazer cara bonita num momento de dor não é fácil. Mas é assim que funciona: crescemos com dores e sofrimentos. Há momentos de tranquilidades, que são nossos premios, e há momentos de tempestades, que são nossas provas.
    E que felicidade quando passamos pelas provas dessa maneira consciente.Bem...passou agora é administrar da melhor maneira pra uma vida melhor. Ainda bem que hoje a medicina está bem avançada e temos explicações pra quase tudo.
    Quanto ao arroz doce? seria meu maior desafio, simplesmente adoro!
    abração e fique com Deus.
    mari

    ResponderExcluir
  5. Oi, Rosane!! Que chato isso! Mas olha, conheço várias pessoas que desenvolveram essa intolerância e correu tudo bem, é tudo uma questão de hábito! Fique bem!

    Beijinho,
    Mari

    www.atelierinbox.com.br

    ResponderExcluir
  6. Amiga querida
    Sinto muito pela intolerância a lactose!
    Também sofria desse mal, depois fiz um tratamento com a medicina ortomolecular e após esse tratamento passei a ter uma vida quase normal!
    Aqui em casa tomo leite de arroz e iogurte de soja, mas como queijos toda semana. Somente quando o queijo é muito gorduroso que me sinto mal.
    Faço bolos, molho branco e tantas outras coisas com leite de soja ou de arroz e fica igual!
    Te passo links de 2 blogs de cozinha sem lactose que gosto muito, espero que te ajude:
    http://thelactosefreediary.blogspot.it/

    http://www.semlactose.com/

    Um brinde com leite de arroz que eu adoooooro!
    Bjos
    Léia

    ResponderExcluir
  7. Oi Rosane, que aflição deves ter passado!! Eu cada vez que preciso de ir às urgências, fico com um aperto no coração, seja por mim ou pelo marido, ou pelas filhotas. Só o aconchego do nosso lar é bom. Mas verás, tudo se resolverá. Agora é uma questão de começares a saber o que podes e não podes comer, e tentar umas receitas novas, quem sabe não vais descobrir novos sabores e aposto, que depois nos irás brindar com as novas descobertas.
    A vida é assim, sempre a por-nos à prova quando menos esperamos.
    AMIGA, as melhoras!!!
    Mil beijos.
    Ione

    ResponderExcluir
  8. Oi Rô,
    Que bom que esta melhorzinha.
    Eu admiro pessoas assim como vc que não deixa se abater.Claro chora , sofre.Mas as atitudes das pessoas mediantes a essas situações é o que faz a diferença.Ao inves de chora, lamentar ...Vc esta ai aprendendo a lidar com isso, tentando entender e ouvindo seu corpo.E só essa sua atitude já demonstra que vc conseguira passar por essa.Bjos

    ResponderExcluir
  9. eita, moça! Por essa você não espera, não!? Mas que bom que você descobriu logo e que você é adepta as outras delicias da culinária que são as frutas, os legumes, enfim... tem tanta coisa boa que não precisa colocar o leite de vaca. Não sou conhecedora desse problema, mas como aqui somos os três "naturebas" carne só de peixe e abusamos nas frutas e legumes, aveia, cereais, etc... você vai ver como é bom e até mais saudável, eu diria! E quanto a sua ida ao hospital na madrugada, sei bem o que é isso, e a gente fica ultra sensível mesmo, daí eu digo, saúde é tudo nessa vida, estar bem não tem preço... nossa caminha quentinha também não tem preço! Bem, te cuida e fica bem. Beijinhos no coração.
    Su.

    ResponderExcluir
  10. Rosane querida!

    Nossa que susto, heim?! Imagino o que passou...Tenho certeza que vai tirar de letra essa dieta!!! O importante é se sentir bem! Com o tempo vc acostuma com essa dieta...

    Bjss amiga querida e uma noite maravilhosa para vc!
    Fique bem!!! :)

    http://toutlamour.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Oi Rosane,
    Como vc disse... vai tirar de letra!
    É melhor saber o que tem logo para poder se prevenir de problemas futuros.
    Cuide-se.
    Bjs

    ResponderExcluir
  12. Oi amiga, que bara em? parar no centro médico de madrugada, com frio, ninguém merece!
    Mas passou, e então vamo que vamo!
    Fiquei muito mal do estomago também por esses dias.
    Mas o meu é gastrite, doi pra caramba! Não posso beber minha cervejinha, nem chá, nem leite, nem café.
    Acho que só água rsrsrsrs
    É o que tenho feito. Está melhorando, mas é chato fazer dieta em?
    Espero sinceramente que tudo isso passe logo, e que voce se adapte facilmente à essa nova realidade.
    Não é dificil, é uma questão de re-educação alimentar. Voce consegue não é "tresorda"?
    Beijos querida, fique bem, um grande abraço meu!

    ResponderExcluir
  13. Hey
    God Bless you, Cause I found just what I was looking for. I enjoy what you guys tend to be up too

    ResponderExcluir
  14. ROSANE, QUE BOM QUE LOGO VC DESCOBRIU A CAUSA DA DOR!!! MEIO CAMINHO ANDADO!!! AGORA É SE ADAPTAR, E SEI QUE VC VAI CONSEGUIR!!! ESTAREI REZANDO POR VC, AMIGA!!! FIQUE BEM!!!

    BEIJOS NO CORAÇÃO

    ResponderExcluir
  15. OI, ROSANE!!! MINHAS LENTES SÃO PARA USAR O DIA TODO, PARA SUBSTITUIR OS ÓCULOS, QUE USO DESDE ADOLESCENTE. ENJOEI DE USAR ÓCULOS, MAS TÔ ACHANDO QUE VOU VOLTAR A USÁ-LOS... MAS VOU TENTAR UM POUCO MAIS. COMO TENHO HIPERMETROPIA E MIOPIA, USO UMA LENTE PARA PERTO, OUTRA PARA LONGE. MEU CÉREBRO TERÁ QUE SE ACOSTUMAR A FOCAR COMO SE FOSSE UMA LENTE SÓ, E ISSO LEVA ALGUNS DIAS... POR ENQTO MINHA VISÃO ESTÁ MEIO EMBARALHADA. VOU EM FRENTE!!!
    BEIJOSSSSSSSSSSSSS

    ResponderExcluir

Pin It button on image hover