Tudo Bem

Oi meus amores! Saudade de vocês.
Por aqui tudo bem, o Eros está bem melhor, já corre pelo quintal feliz da vida.
E nós estamos com o coração aliviado e muito FELIZ!
Obrigada pelo carinho e pela torcida. Apesar da distância entre nós, sinto o afeto de todas vocês bem aqui pertinho, e isso faz muita diferença no meu dia a dia.
Sei que ando sumida e distante dos vossos blogs, mas é tanta coisa acontecendo que eu me perco (por um tempo apenas) no meio de um turbilhão de sentimentos e dúvidas, sei que assim meio dito, meio não dito, não podem me entender, mas é que não quero falar ainda o que andamos fazendo, mas esperem que logo eu conto. Além disso, muito trabalho: uma exposição para fazer, algumas ilustrações para entregar, casa (sem minha ajudante), cães, mais reformas e tudo mais!
E sabe o que tem roubado muito meu tempo? Meus pensamentos, sim, ando pensando tanto e em tantas coisas, acho que os 40 anos faz com que a gente comece refletir sobre nós mesmos, as razões que nos trouxeram até aqui, o por quê de nossas atitudes, o por quê somos do jeito que somos.
Tenho descoberto muito sobre mim. Há um tempo atrás fiz psicanálise e não entendia muitas coisas que a minha psicóloga dizia, pois é, hoje entendo bem, a gente realmente é resultado de muitas vivências, lembranças e de coisas que ficaram no nosso inconsciente.
Espero que as minhas descobertas me ajudem a resolver algumas pendências... Aquelas que todos nós temos.
E quem sabe não pensar tanto, acho sim que penso demais, e isso bem pode me atrapalhar.
Sabe aquele "SE"? Se isso, se aquilo, e aí minhas preocupações impedem que as coisas aconteçam naturalmente, como deveriam.
Mas estou aprendendo, tenho muita FÉ, sigo FELIZ o caminho que Deus desenhou pra mim.



"O meu olhar é nítido como um girassol.
Tenho o costume de andar pelas estradas
Olhando para a direita e para a esquerda,
E de vez em quando olhando para trás...
E o que vejo a cada momento
É aquilo que nunca antes eu tinha visto,
E eu sei dar por isso muito bem...
Sei ter o pasmo essencial
Que tem uma criança se, ao nascer,
Reparasse que nascera deveras...
Sinto-me nascido a cada momento
Para a eterna novidade do Mundo...
Creio no mundo como num malmequer,
Porque o vejo. Mas não penso nele
Porque pensar é não compreender...
O Mundo não se fez para pensarmos nele
(Pensar é estar doente dos olhos)
Mas para olharmos para ele e estarmos de acordo...
Eu não tenho filosofia; tenho sentidos...
Se falo na Natureza não é porque saiba o que ela é,
Mas porque a amo, e amo-a por isso
Porque quem ama nunca sabe o que ama
Nem sabe por que ama, nem o que é amar...
Amar é a eterna inocência,
E a única inocência não pensar..."

                                                                                             Fernando Pessoa


"Eu não tenho muitas respostas. O que eu tenho é fé.
E uma vontade bonita, toda minha, de crescer."


Um beijo cheio de afeto e de saudade!