09/10/2013

Pão de Mãe, Amor de Mãe!


Com o cheiro bom de pão quentinho pela casa vou lhes escrevendo.
Quem me conhece sabe: AMO PÃO! Em especial os feitos em casa, que trazem com eles não só o gostinho caseiro, mas tomam conta de todo o espaço com um aroma de "lar e afeto". Bem assim que sinto quando faço pão, primeira coisa que me vem a mente é a minha mãe e o aconchego da nossa casa, quando eu morava com meus pais. Já contei isso aqui, mas vale o "repetimento": sempre aos sábados minha mãe fazia pão, no final da tarde os cheiros de cera no chão (pois também era o dia da faxina) e pão quente se misturavam, e isso nunca mais saiu de dentro de mim! Carrego isso como uma das mais doces lembranças.






Receita

Ingredientes:
3 xícaras de farinha integral, 1 xícara de farinha branca, 1 colher de sopa cheia de fermento biológico, 1 colher de chá de sal, 2 colheres de sopa de açúcar, meia xícara de aveia, castanhas, nozes, passas (opcional), 3 colheres de azeite, 2 colheres de nata, leite morno até o ponto (mais mole, meio grudento nas mãos). 

Preparo:
Misture as farinhas, o fermento e os restante dos ingredientes, deixando por último o leite. Deixe descansar por umas duas horas. Depois coloque numa forma untada e deixe mais uma hora. Leve ao forno até dourar.

E deleite-se com manteiga, mel ou puro assim!





E por falar em AMOR DE MÃE, esses quadrinhos eu fiz quando 
a Raquel chegou por aqui,  fiz para reccebê-la...! 
Comprei as bonequinhas prontas, apenas estendi 
o tecidinho nos bastidores e as colei.






Essa boneca porém tem um sentido especial, ela veio em forma 
de presente e carinho, recebi de uma amiga querida, daquelas
 que têm a alma perfumada. Pois bem, quando fui em sua casa,
 levei um doce, e ela me trouxe a travessa de volta desta forma:





Tem ou não tem a alma perfumada?! 
E esse perfume enfeita mais um quadrinho.
Um beijo doce pra você Denise!





Sem comparações, por favor! Certo de que os pãezinhos feitos 
pela Raquel E o Enzo estão muito mais bonitos que os meus, 
e ainda têm uma dose generosa de
 IRMANDADE e CUMPLICIDADE.
Meus filhos me ensinam todos os dias um AMOR
 nunca antes experimentado por mim!









Um beijo cheiroso, com aroma de pão quentinho, amizade e GRATIDÃO!




12 comentários :

  1. É tão bom ver fotos verdadeiras juntamente com um texto que inunda a gente de paz e de amor. O cheiro de pão pela casa também me remete à infância, pena que já faz um tempinho que literalmente não coloco a mão na massa, agora deu até vontade. Grande beijo!

    ResponderExcluir
  2. Te lewr já tem cheirinho de mãe e das boas, carinhosas, pensando nos filhos com todo amor e carinho! Linda receita e lindas fotos da comidinhas por lá! ADORO ver e fico feliz em te wr vivendo tudo isso! beijos pra todos! chica

    ResponderExcluir
  3. Bom dia, Rosane!
    Uau, que beleza este teu pão!
    Estou a todo dia fazendo pão com minha maquininha, mas tem que seguir as receitas dadas pelo fabricante.
    Fiquei com uma vontade enorme de fazer este teu pão na maquininha, vou tentar, se der certo te conto, ok.
    E teus filhos, que coisinhas lindas, quanto amor e carinho as imagens representam.Adorei vir aqui nesta manhã.
    beijos cariocas


    ResponderExcluir
  4. Rosane,na casa de meus pais o cheiro não era diferente...cera e pão!E depois ajudávamos a lustrar o chão subindo em cima do escovão e o irmão mais velho puxando!Saudades!!!Amada, este pão tá com uma carinha boa!Não precisa sovar a massa ou é massa mole?Quero fazer!Os bastidores ficaram delicadíssimos, que amiga querida!!Seus filhos estão cada dia mais lindos!Beijos querida.

    ResponderExcluir
  5. Hummm. que delícia de pão!!! fiquei imaginando o cheirinho invadindo a casa! o bastidor é pura delicadeza!
    Bjs no coração

    ResponderExcluir
  6. Minha querida, cada vez que venho visitá-la tenho mais certeza: fui presenteada por ter tido a oportunidade de chegar aqui!
    Sabe quem tem alma perfumada? Você - pela sua delicadeza, doçura com que escreve, requinte com que fotografa... ai, faltam até as palavras!
    Essa cena dos sábados na casa da sua mãe, acredite, é muito semelhante com relação à minha também. E depois que minha mãe adoeceu, tenho transferido esse momento para o meu lar e é como tê-la aqui. Minha mãe hoje está bastante idosa e com saúde frágil, acamada... Dói fundo em mim só de ver...
    Que delicadeza de retribuição a da sua amiga, Denise, não? Fiquei encantada!
    Também amo pães e tenho uma receita deliciosa aqui também, que pretendo postar.
    A sua me deu água na boca e, claro, já salvei!
    Obrigada, querida!

    Deus abençoe!
    Bjs!!!
    Karin Filgueira
    BLOG: - Meu Doce Lar

    ResponderExcluir
  7. Oi Rosane,
    Eu adoro pão e realmente esses pães caseiros são inigualáveis. Fora o cheirinho maravilhoso.... Mas só me atrevo a fazer pão nos dias quentes, porque sempre deixo eles crescendo tampados no sol. Eles ficam maravilhosos; crescem e ficam super fofinhos... Será que dá certo fazê-los no tempo frio?!?
    Ainda vou tentar....
    Bjsss

    ResponderExcluir
  8. Rosane, apesar de também gostar muito de pão caseiro, eu nunca fiz. Quando via a minha mãe fazer, sovar e esperar a massa crescer, parecia tão complicado, rsrs. Acho que os "pães" de hoje em dia são mais fáceis, não é mesmo? rsrsrs
    sabe que na casa da minha mãe as faxinas também eram aos Sábados? Cada um fazia a sua parte e assim não era nada trabalhoso :)
    Os pães da Raquel parecem apetitosos mesmo, hahaha
    bjs e ótimo dia pra vocês!!!

    ResponderExcluir
  9. Senti o cheiro do pão daqui de salvador :)

    Na verdade sinto cheiro de pão no ar, vindo da infância, da adolescência, do fabrico na casa de meus pais, dos bastidores da padaria de meus tios e padrinhos, da minha cozinha onde sempre estão e da padaria que religiosamente vou.

    Amo pão, o gosto, o cheiro...Ver:
    http://blogdtina.blogspot.com.br/2013/08/pao-aos-pedacos.html

    Lindas crianças, lindo pão, lembranças, heranças, genuína e enfarinhada emoção.

    ResponderExcluir
  10. Querida amiga
    Eu também amo pão!
    Muito obrigada por compartilhar essa maravilhosa receita! Já irei copiá-la!
    Comidas de mãe são sempre as melhores:)
    Que lindo esses quadrinhos! Realmente a tua amiga tem a alma perfumada!
    Hehehehe, eu também fazia pãezinhos como esse da Raquel e Enzo - adorava "colocar a mão na massa"!
    Bjo grande
    Léia

    ResponderExcluir
  11. Querida, que delícia ter de volta teus posts...e carregados de tanto amor com teus filhos. Eles são lindos! Hoje mesmo falava de tua experiência para uma amiga que está cogitando adoção. É bom pq no facebook a gente vai acompanhando, mesmo que de longe! Adorei te ver lá pelo blog! Ah,e pão feito em casa... aroma que me leva para a casa da minha mãe e da minha Oma, sempre... Abs.

    ResponderExcluir
  12. Rosane, amiga, te conhecer foi um presente!
    Fico muito feliz por tudo o que disse.
    Quando criei o blog, foi justamente essa minha intenção.
    E fico feliz que tenha alcançado esse meu propósito (um blog com carinha de lar, aquele lar onde recebemos as amigas para um papo gostoso, troca de carinho e amizades sinceras), e espero em Deus poder continuar alcançando.
    Obrigada por tudo - especialmente, por sua amizade!
    Bjs!

    ResponderExcluir

Pin It button on image hover