Livros, Leitura e Conversa de Passarinho!

    
   Os livros infantis sempre fizeram parte da mim, mas foi na "adultez" que eles se puseram mais efetivos em minha vida, quando criança, eu e meus irmãos não tivemos muito acesso a literatura infantil, na verdade lembro pouco do que me foi contado de histórias quando pequena, não era um primado em nossa casa o convívio com os livros, talvez meus pais, naquela época (há mais de trinta anos) desconhecessem o valor de se ter eles como parceiros no ato de educar. 
    Então, quando os conheci mais de pertinho, eles se entranharam em mim e nunca mais saíram, leio muito mais literatura infantil do que "literatura adulta". Tê-los virou costume, em alguns casos obsessão. Pois bem exploro esses livros com todos os meus sentidos: abraço, beijo, cheiro, olho, olho, olho outra vez, escuto suas falas, sinto até seu gosto, aquele mais doce que só o livro infantil tem, leio, releio, devaneio... Desse jeito que se edifica em mim o ato de escrever, de também contar histórias e o desejo mais profundo de ilustrar, o meu APEGO a essa literatura, foi o precursor da minha criação nesse universo infantil!
   Penso que as crianças deveriam ser "proibidas" de viver sem livros, o contato com eles deveriam acontecer desde pequenino, lá no ventre da mãe. Toda a mãe deveria contar histórias para seus filhos, antes mesmo deles estarem nesse mundo, dessa forma quando despertassem pra vida, já teriam a imaginação aflorada..."floreada".




    O Enzo mexe e remexe nos meus livros de arte, sob o meu olhar atento, para que não os machuque demasiadamente, deixo acontecer, é nesse contado intimo que se experimenta o ato de APRECIAR e tudo o que ele significa: olhar, contemplar,  avaliar, cogitar, criticar, examinar,  mensurar, admirar, ponderar, fitar, considerar, estimar, prezar, respeitar e mais um monte de AR. Sei bem que um pequeno ainda não tem  todas essas habilidades, mas sei também que de alguma forma elas se darão genuinamente em uma criança que tem esse contato com os livros!













    Tenho muito cuidado ao escolher os livros que farão parte 
da vida de meus filhos, assim como fiz com meus sobrinhos. 
Há um vasto elenco de livros e que em nada acrescentam. 
As crianças acreditam muito no que lêem 
e no que lhes é contado, uma vez dito, historiado e
 ilustrado, fará morada em sua mente, talvez pra sempre.







Meu menino contempla as imagens, quanto mais cores e detalhes,
 mais ele reage verbalmente com seus ahhhhh, éhhhhh, tetete,
 titititi, tatata, etc e tal! E nos mira com um olhar encantado, 
como se nos contasse algo revelador. 
E nós? Claro que nos fazemos de entendidos!!




















Acredito numa coisa: LIVRO SÓ DEVE IR PARA ESTANTE PARA DORMIR!! 
Livro deve ser sentido, usado, claro que com cuidado e apreço, 
mas mesmo assim USADO!







Minha passarinha, adora os livros, mesmo sem ainda saber ler, 
já conta e inveta histórias, mas o que ela mais ama é ouví-las.
Gosto de ficar a observando quando senta, deita e rola
 com seus livros, seus olhos mudam, seu gestual fica carregado de 
expressões novas e seu vocabulário enriquece animadamente!































Nada é mais poderoso que uma boa história, ela entra na gente
 feito minhoca na terra, que vai fazendo os furinhos para terra respirar.
 Uma boa história, tem o poder de irrigar nossa imaginação, 
e dessa terrinha fértil  pode nascer o MUNDO!!













Admiro demais André Neves, seus escritos e suas ilustrações 
são algo lindo de se ver, ler e sentir!
Ele andou por aqui e foi na escola da Raquel, quase morri de felicidade,
 lhe enviei um bilhete, sem nenhuma pretensão, onde minha filha o desenhou.
E não é que ele respondeu e ainda a desenhou, sim minha pequena ao seu lado de mãos dadas! Quando recebi? Um riso largo se deu em mim!!







Alguns dos meus livros infantis, não empresto, não dou, não vendo, 
não NADA... Sou demasiadamente apegada a eles, mas isso já é 
uma outra história!! Que prometo contar outro dia!











Tenho feito anotações e textos diários com tudo o que fazemos e passamos juntos, além de MUITAS fotos, amo fotografia. Desde que eles vieram tenho filmado e fotografado quase que todos os dias, eles terão suas vidas registradas com um olhar de muito amor. A partir de hoje mostrarei uma série intitulada CONVERSA DE PASSARINHO! Nela filmo algumas conversas dos filhotes (os quais eu chamo carinhosamente de passarinhos). 
Vou postando vez ou outra por aqui!! 




Minha passarinha, contando história!!





Então vamos combinar uma coisa: terça-feira pretendo
 participar da blogagem  coletiva da Dani Moreno
e no final de semano revelo o sorteio: premiação, 
premiado, e claro a ilustracão da Lu.


Beijo enorme! 
E vão se embora com um pouquinho de mim!