AFETO E ARROZ DOCE

Por aqui a vida começa sempre cedinho, seis da manhã e já estamos prontos para mais um dia, mais uma dádiva, bem assim tem sido nosso viver!
Quanto a mim? Fico ATENTA ao que vejo e sinto. 
Olho para a grandeza que é a vida e o universo me pergunta: Vai ficar aí se apegando as miudezas da mundo? E eu lhe respondo: tenho dentro de mim um sol que se apaga com as mazelas do existir, mas logo volta a brilhar.
Tenho os olhos e o coração abertos para as boas palavras, os bons sentimentos e as BÊNÇÃOS que recebo. É primavera e cultivo meu jardim interno, só assim poderei ficar bem comigo e com os outros. Escolho a RESILIÊNCIA, como minha doutrina!






Sabe aquele barulhinho bom de criança brincando?!




Bicho que é amado, aprende a amar,  bicho que é cuidado aprende a cuidar!!























Mãos sujas de terra, com cheirinho de mato,  tem coisa "mais melhor"?
Creio eu que não. A gente se revigora, esquece das dores do mundo 
e fica mais pertinho de Deus!






Afeto é sentimento "pesado", no melhor sentido da palavra, ele pesa dentro da gente, um "peso leve", se é que posso me expressar assim, acredito eu que sim, pois palavras reinventadas dão um outro sentido ao nosso pensar, metáforas revelam tão bem o nosso SENTIR. Pois bem, é assim que tento viver e criar (filhos, arte, escritos, bichos e minha alma), com esse peso que carrega a gente de vontade de ser melhor, de fazer o bem,  de se cuidar, de tomar conta de quem a gente AMA e de colocar reparo no nosso viver!






Escolhi o Arroz Doce, pois ele ORNA perfeitamente com o tema afeto, 
o cheirinho de canela e açúcar  que se espalha no ar traz um gostinho
 de ternura, aquela que a gente encontra lá na casa dos pais!




RECEITA com segredinho:
Ingredientes: 2 xícaras de arroz branco, 3 a 4 xícaras de água, 1 lata de leite condensado, a mesma medida de leite, 6 colheres de sopa de açúcar, canela em pau e cravo da índia.

PREPARO:
Cozinhar o arroz somente com a água (meu segredinho, que nem é tão segredo assim, pois sei bem que muitos compartilham desse jeito de fazer), antes de secar, acrescentar a canela em pau, os cravos da índia, e o restante dos ingredientes, cozinhar até o ponto que lhe agrade, (por aqui, nós gostamos dele bem cremoso e quentinho). Se quiser polvilhe canela para servi-lo.

Dica deliciosa: se quiser fazer com chocolate, basta acrescentar chocolate meio amargo picado quando estiver pronto e ainda quente.

Delicie-se!




E o que mais posso dizer? OBRIGADA pelo carinho, respeito e amizade!
Os últimos acontecimentos em relação aos meus escritos, só me
 comprovaram que o Trésors é lugar de estar. Estarei: mais tempo, 
mais perto e ainda mais FELIZ por tê-los comigo.


Um beijo meu carregado de afeto!