Gente Simples



Tem coisa melhor nessa vida do que conversar com gente simples, conviver com elas?
Digo eu que não.
Sentirei falta dos pedreiros que trabalharam aqui em casa, hoje foi o último dia, por mais que não visse a hora de acabar com aquela bagunça que tomava conta de tudo. Tinha o outro lado, sempre tem, e esse vinha carregado de alegria, histórias, simplicidade e um jeito gostoso de falar.
Eles são todos do interior de Caxias, trabalham em família: pai, filhos e neto, com eles trazem uma história do tamanho do mundo, pois vão a construindo por onde passam.
Chegavam muito cedinho, trabalhavam um pouco e paravam para o café da manhã, um café com pão caseiro e uma deliciosa prosa. Aí comecei a conhecê-los pois percebia como se tratavam com afeto, com alegria e mais uma vez: com SIMPLICIDADE!
A Monalisa adorava ficar com eles, os outros não ficavam porque eles tinham um certo receito (afirmo que desnecessário, pois todos os nossos cães são doces demais), mas respeitamos, porém nas últimas duas semanas ficaram amigos do Hubert e da Meg e o receio acabou, quanto ao Éros e a Cacau preferiram deixar assim.
Quando eu estava em casa, fazia bolo para o lanche da tarde, eles me agradeciam com um sorriso largo, um deles levou até a receita, disse que ia fazer para a esposa, achei lindo!!!!!!
Adorava quando eles me contavam um pouco de suas vidas, sempre com alegria, aprendi algumas expressões e piadas também, uma delícia. Isso que mais me chamava atenção, sempre estavam alegres, rindo, cantando, coisa típicas de gente simples, pois enxergam a beleza nas pequenas coisas.
Foi muito bom conhecê-los e logo estarão de por aqui de novo, falta fazer algumas outras coisas... que bom!
Adorava ouvir: DIA! Querendo dizer bom dia. DONA Rosane e SEU Vinício, como forma de respeito. Outras palavras como BÃO, DAS VEZ, DE JÁ HOJE, APROCHEGADE IMPÉ e assim por diante, sei bem que foge um tantinho do português acadêmico e correto, mas soam tão gostoso dentro da gente. Este jeito de falar parece ser carregado de generosidade, isso é que importa.
Generosidade: disposição para a bondade, aquele que faz o bem!
Tenho certeza que é bão demais se aprochegar em gente assim!

O telhado ficou lindo, do jeitinho que a gente queria, outro dia eu mostro.
Estou adorando ficar em casa, colocando tudo em dia: pinturas, escritos, ilustrações (a da Lu, inclusive), curtindo meus cães, pomar, jardim, marido, fazendo bolo, pão... Inventando moda e vivendo intensamente as coisas simples que TANTO amo!


Um beijo enorme!